Creme de cebola em pó caseiro

sexta-feira, 29 de maio de 2020
Ingredientes: 
1 colher (sopa) de azeite
3 cebolas grandes bem picadas
¼ colher (chá) de açúcar
½ colher (chá) de páprica
1 colher (chá) de sal
¼ colher (chá) de pimenta do reino
¼ colher (chá) de noz-moscada
1 xícara (chá) de amido de milho ou fécula de batata
1 xícara (chá) de farinha de aveia ou aveia em flocos triturada no liquidificador
1 colher (sopa) de salsinha desidratada
½ colher (sopa) de bicarbonato de sódio

Modo de Preparo:
Em uma panela, em fogo baixo, coloque um pouco de azeite, a cebola, o açúcar, a páprica, o sal e frite bem até caramelizar. Tempere com a pimenta do reino e a noz-moscada. Junte o amido de milho, a aveia e a salsinha desidratada. Cozinhe, em fogo baixo, por +/- 5 minutos, apenas para dourar levemente as farinhas e diminuir o sabor forte.
Então, coloque tudo em um processador e bata bem até ficar uma farofa, mas com micro pedacinhos da cebola.
Guarde em um pote bem fechado e m
antenha na geladeira por até 30 dias ou no congelador por até 6 meses.
Rende cerca de 400 g e sugiro que a cada receita, você use cerca de 5 colheres (sopa) deste creme de cebola caseiro na sua receita. 
  • Dica: Use em patês, sopas, cremes salgados, rocambole, frango assado, etc.

Esfirras sem glúten

sexta-feira, 22 de maio de 2020
Ingredientes:
1 ovo
100 g de farinha de aveia ou amêndoas
50g de muçarela ralada
1 colher (sopa) de leite ou creme de leite
1/2 colher (chá) de fermento químico em pó
1 pitada de sal

Modo de Preparo:
Misture bem todos os ingredientes.
Com as mãos, modele as esfirras.
Unte uma assadeira com manteiga ou azeite e nela arrume as esfirras.
Leve para assar em forno médio por +/- 20 minutos ou até que fiquem firmes e douradas.
Então, coloque o recheio de sua preferência, mas sempre colocando muçarela ralada como base desse recheio. Leve para assar por +/- 5 minutos ou até que o recheio esteja bem gratinado. 

Torta de banana

sexta-feira, 15 de maio de 2020
Ingredientes:
4 ovos
8 bananas maduras em rodelas
2 xícaras (chá) de leite
2 xícaras (chá) farinha de trigo
2 xícaras (chá) de açúcar
1 colher (chá) de canela em pó
1 pitada de sal
1 colher (sopa) de fermento em pó

Modo de Preparo:  
Em uma tigela, misture todos os ingredientes secos e reserve.
No liquidificador, bata bem os ovos e o leite.
Com manteiga, unte bem uma forma redonda, sem furo. Despeje 1 xícara da mistura dos ingredientes secos e espalhe bem. Por cima, distribua a metade das rodelas de bananas. Por cima, o restante da mistura de ingredientes secos. Finalize distribuindo o restante das rodelas de bananas.
Então, despeje (com cuidado) toda a mistura do liquidificador. Com um garfo, faça furinhos na massa para que o líquido penetre nos secos.
Leve para assar em forno médio (já aquecido) por +/- 50 minutos ou até que você observe que esteja dourado e firme.
  • Dica: Se desejar, salpique açúcar com canela no momento de servir.

Bolo de fubá de frigideira (sem glúten)

sexta-feira, 8 de maio de 2020
Ingredientes: 
1 ovo
2 colheres (sopa) de fubá fino
2 colheres (sopa) de farinha de coco ou aveia
2 colheres (sopa) de açúcar ou stévia
3 colheres (sopa) de leite
1 colher (chá) de fermento em pó
2 colheres (sopa) de óleo
1 pitada de canela em pó
1 pitada de sal

Modo de Preparo:
Em uma tigela, com a ajuda de um garfo, misture as farinhas e o açúcar. Abra um buraco no centro e misture o leite, o ovo e o óleo até obter uma mistura bem homogênea. Por último, adicione o fermento e misture até que fique tudo muito homogêneo. Se a massa estiver muito pesada, adicione um pouco mais de leite até ficar com consistência de massa de bolo.
Coloque uma grelha do fogão sobre a outra para que a chama fique bem distante da frigideira.
Unte a frigideira, despeje a massa e leve ao fogo mais baixo possível. Tampe e deixe por +/- 8 minutos. Abra a frigideira e verifique se o bolo já está firme; se não estiver, tampe e deixe por mais alguns minutos. Então, vire e deixe por mais 2 minutos, sem tampar.
  • Dica: Se desejar, polvilhe canela e/ou sirva com sorvete. 

Benefícios da farinha de coco

sexta-feira, 1 de maio de 2020
Benefícios da Farinha de Coco

Como é feita exatamente com a parte mais nutritiva da fruta, a farinha preserva todos os benefícios do coco, uma das frutas mais consumidas em todo o mundo. E de acordo com nutricionistas, somente 1 colher por dia já é suficiente para obter essas vantagens.

Saiba então quais são os principais benefícios da farinha de coco e comece hoje mesmo a acrescentar o alimento à sua dieta.
  • A farinha de coco ajuda na perda de peso:
O consumo regular de farinha de coco pode colaborar para a perda de peso por quatro motivos:
Sua gordura não é tão facilmente estocada no corpo: A farinha de coco contém – ainda que em menor concentração que na fruta in natura e no óleo – ácidos graxos (gorduras) que podem auxiliar na perda de peso. Conhecidos como ácidos graxos de cadeia média (TCM’s), esses lipídios possuem digestão mais rápida que as demais gorduras saturadas (como o óleo de soja, por exemplo), e são estocados de maneira menos eficiente pelo organismo. E como são metabolizados diretamente no fígado – que os utiliza para suas próprias funções – não sobra energia para ser estocada na forma de gordura abdominal. Estudos sugerem que o ácido láurico, um dos TCM’s, seria um dos principais responsáveis por esses benefícios da farinha de coco.
Acelera o metabolismo: Outro efeito da metabolização direta dos TCM’s no fígado é um aumento do metabolismo, já que os ácidos graxos de cadeia média são absorvidos de maneira rápida e estimulam o funcionamento do órgão. Assim, como o fígado passa a funcionar de maneira mais rápida, acaba faltando energia para suas atividades – e advinha de onde será retirada essa energia? Sim, dos estoques de energia;
Aumenta a saciedade: Mais um dos benefícios da farinha de coco para a perda de peso se dá pela grande quantidade de fibras no alimento, que irão retardar a digestão e serão assim responsáveis por mantê-lo saciado por mais tempo, e com uma quantidade menor de alimento;
Não causa picos na glicose sanguínea: A farinha de coco ainda é amiga da dieta porque impede as variações de açúcar no sangue, as grandes inimigas de quem está tentando emagrecer. Quando você come um alimento de alto índice glicêmico (pense em um bolo, ou uma fatia de pão branco com geleia) o açúcar é absorvido de maneira tão rápida que sua glicose vai lá em cima. Como resultado a insulina entra em circulação e sua glicose despenca – e o que acontece nessa situação? Seu cérebro recebe o sinal de que precisa de energia para elevar novamente a glicose, e lá vai você ficar com fome novamente mesmo tendo acabado de se alimentar.
A farinha de coco libera açúcar de maneira gradual, impedindo essas variações bruscas na glicemia e ajudando você a evitar aquela vontade desesperadora de comer um doce ou qualquer outra fonte rápida de energia (pães, massas, biscoitos);
  • É inimiga do colesterol alto
As fibras mais uma vez são responsáveis por benefícios da farinha de coco. A grande quantidade do nutriente diminui a absorção de LDL – o colesterol que não queremos – no intestino, o que leva a um diminuição da quantidade da molécula na circulação.
  • Libera açúcar de maneira gradual na circulação
O grande teor de fibras encontrado na farinha de coco garante ainda que a quantidade de açúcar no sangue não se eleve tão rapidamente como se você estivesse consumindo farinha de trigo, por exemplo. A farinha de coco possui um índice glicêmico (IG) menor que aquele das farinhas à base de cereais (farinha de trigo, aveia, arroz, centeio), o que garante ao organismo uma liberação mais lenta do açúcar na corrente sanguínea. Essa propriedade da farinha de coco a torna uma boa opção para quem sofre com diabetes e precisa monitorar constantemente os níveis de glicose no sangue.
  • Combate a prisão de ventre
Com quase 3 gramas de fibra por colher, uma única porção (duas colheres) já é suficiente para fornecer quase ¼ das nossas necessidades diárias do nutriente. Em tempos em que sobra cada vez menos tempo para cozinhar em casa, consumir farinha de coco algumas vezes por semana pode te ajudar a manter o funcionamento do intestino em dia e assim mandar para bem longe o risco de câncer de cólon.
  • Protege o coração
Altas taxas de colesterol e inflamações são duas das principais causas de doenças cardíacas no mundo. Vale lembrar que, somente no Brasil, 1 em cada 5 mulheres sofrerá um infarto após os 45 anos. Trata-se de um número alarmante, mas a boa notícia é que você não precisa fazer parte das estatísticas, sendo mulher ou não (os homens também sofrem com altas taxas de infarto). Além de incluir mais verduras, legumes, grãos e cereais integrais em sua dieta, acrescentar uma colher de farinha de coco ao cardápio também poderá colaborar para afastar os riscos de doenças do coração.
  • É uma ótima opção de farinha sem glúten
Em tempos de dietas sem glúten, encontrar alternativas à farinha de trigo pode ser um desafio às vezes. A farinha de coco pode ser uma boa alternativa à tradicional farinha branca, já que não contém gluten e ainda por cima traz mais benefícios à saúde do que sua similar produzida a partir do trigo.